terça-feira, 6 de outubro de 2015

Menos informação, mais atenção

Sempre que me animo em um novo projeto coleto o máximo possível de informações.

Seria de grande valia, caso eu conseguisse ler tudo que salvo.....será?

À 3 anos eu adquiri um ipad por conselho do meu irmão que é formado em TI. Na época não me conformava em pagar tão caro em um produto (usado, kkkk). Porém, não me arrependi. Já lançaram muitos modelos depois do meu, mas me sinto satisfeita e me atende muito bem. Vou explicar.

Apesar do peso, carrego ele para todo lado, e senti minha organização melhorar com o uso dele.
Me acompanhou na gravidez, nos processos de organização, e acesso à todo tipo de informação.

Não sou expert em informática e sei que deixo de aproveitar muitas ferramentas do aparelho. 

À pouco tempo descobri como dar "print screen" na tela. Ai pronto, parecia ser a solução de tudo, fiquei super feliz.

Toda vez que acessava a internet, salvava milhões de textos para ler depois.

Foi assim que comecei a me perder.

Salvava todo tipo de informação sem critério nenhum. Cada hora eu tinha interesse em determinado assunto e la estava eu dando o "print".

Agora imagine, eu, mãe de uma pequena de pouco mais de 1 ano, trabalho fora (exige bastante de mim), cuido da casa sozinha ( marido ajuda as vezes). Que horas eu conseguiria ler todos esses arquivos???

Essa semana resolvi fazer um limpa.

Estou lendo o que realmente me chama atenção e excluindo o restante.
Os assuntos que já me interessaram em algum momento hoje já não fazem sentido nenhum.

Durante esse processo de limpeza, me comprometi a não salvar nenhum artigo enquanto não excluísse os que já tenho. Lidos ou não.

Percebi que eu tinha uma necessidade de arquivar o máximo possível de informação.
Era como se eu sempre estivesse perdendo algo. Alguma dica, algum texto, algum projeto.
Não conseguia passar um dia sequer sem atualizar o feed de blogs.

Estava num ciclo vicioso, gerando um certo grau de ansiedade sem que eu me desse conta.

Menos é mais.
Ler só por ler não faz sentido.

Estou me concentrando mais nas leituras e aproveitando melhor o conteúdo.



Com carinho,

Pris


sábado, 3 de outubro de 2015

Organização das metas



Precisei parar por 5 minutos e organizar minhas metas em áreas.
Mas percebi que muitas metas se interligam e vão beneficiar área diferentes da minha vida.


Vou devagar....
Um meta focada por vez.

Fiz um organograma (palavra complicada para um processo simples), que acredito ser o mesmo que MAPA MENTAL.
Peguei meu caderninho de inspirações e um lápis e tudo fluiu.


Para o blog achei melhor manter em listas (#apaixonada)

São muitas metas, as vezes penso que não vou dar conta, mas vou tentar.

E quero compartilhar essa experiência.

vamos lá!



CASA
organização 
limpeza
declutter
cardapio semanal


VIDA SAUDAVEL
menos fritura
menos doces
nao fumar
nao beber
praticar exercícios
meditação


CONSCIENCIA VERDE
Menos plastico
Menos lixo
Menos produtos de limpeza


VIDA FINANCEIRA
registrar todos os gastos
planear orçamento
eliminar financiamentos
eliminar cartão de crédito


MENOS é MAIS
menos internet
menos tv
capsule wardrobe
menos arquivos (digital e físico)
período sem compras


Meu objetivo é focar no que realmente me traz felicidade. 

Minha família, meu EU.

Para isso vou precisar de saúde, mental e física.
Eliminar os excessos, diminuir o stress, a poluição visual e poder abrir meu coração e mente para o simples.



Com carinho,

Pris












terça-feira, 8 de setembro de 2015

Falar menos

Sempre fui muito falante, até perceber que não me favorecia em nada. E pelo contrário, me deixava tensa, as vezes arrependida e com o cérebro a milhão.
É mesmo necessário falar sobre tudo e com todos?
Primeiro a impressão q você "acha" que é obrigada a dar as pessoas que você entende de tudo.
Em tempos de facebook, é mesmo necessário fazer comentários em fatos ou fotos de todos?
E muitas vezes em quem você nem conhece.
Não vejo necessidade de palpitar sobre tudo ou mesmo ter que concluir algo sempre.
Guarde para você.
É mais seguro, eu sou mais feliz assim.
Continuo tendo minhas opiniões, sou um ser pensante.....rsrsrsrs
Isso mesmo pensante, não falante.....kkkk
Minimizar as palavras também tem sido parte do meu processo de simplificar a vida.
Não fico mais sobrecarregada com tantas informações a serem processadas.
Quando você pára para ouvir, você percebe o quanto as pessoas falam sem pensar.
Que naquele amontoado de palavras as minhas também estavam lá confundindo tudo.
Ao ouvir mais você consegue identificar as verdadeiras palavras de valor. Aquelas que vão te agregar conhecimento.

segunda-feira, 7 de setembro de 2015

Minimalista em construção

Há dois anos venho lendo sobre minimalismo e tentando coloca-lo em pratica.

Digo tentando, pois as possibilidades e desafios que a vida os propõe, as vezes me deixa confusa e faz com que eu me desvie desse meu objetivo.
Mas também sei que tudo é um processo.
Seria simples se tudo fosse só limpar o guarda-roupa, doar alguns itens de cozinha e nao comprar mais supérfluos.
Ops....eu disse simples!?!

Com a chegada da minha filha, tornou-se inevitável a procura pelo "tempo".
Tempo para ficar mais com ela, tempo para ler, tempo para me alimentar melhor, tempo para meu marido, tempo para me organizar!
Mas nao seria se organizar para ter mais tempo?

"EUREKA"

Quanto menos coisa para organizar....mais tempo!






domingo, 6 de setembro de 2015

Escrever, tem q ser tão desafiador?

Essa vontade de escrever que não passa...
Mas por que não escreve logo...ora bolas...rsrsrs
Um sentimento de auto critica tão gritante, esperando pelas palavras perfeitas.
Aguardando organizar todas as idéias para depois coloca-las aqui.

Cansei,

Cansei de esperar esse momento perfeito.
É agora, só depende de uma pessoa, eu.

Quem sabe nao seja o inverso,

Talvez seja escrevendo que as idéias, os projetos irão se organizando.